CONHEÇA O TRASH THE DRESS

Hoje vamos conhecer mais sobre um trabalho fotográfico inovador que surgiu nos Estados Unidos e vem ganhando adeptos em todo o mundo no universo de casamento – o Trash the Dress, que com a melhor tradução em português significa, “estrague o vestido”.

Este estilo de fotografia é totalmente diferente do tradicional feito durante a cerimônia e a festa de casamento. São cliques inusitados, criativos que além da descontração tem como palavra de ordem o desapego ao vestido de noiva, pois após a sessão ele poderá estar destruído ou sujo, realmente um trash (lixo em inglês).

O local para o ensaio são cenários urbanos ou  rurais, sendo o elemento água muito importante. Uma mata, uma praia, um rio, piscina, uma fábrica abandonada, cavernas são os ambientes preferidos. Na maioria das vezes é o fotógrafo que escolhe o local porque tem um olhar diferenciado para ver o que há de bonito e interessante num lugar aparentemente feio e sem atrativos. E cuidado, se as fotos forem feitas em propriedade privada é preciso autorização do proprietário, que dependendo pode cobrar por ela. O clima e o horário do ensaio também são analisados pelo profissional para garantir lindas fotos.

O Trash the Dress normalmente é realizado após a lua de mel e exige certa ousadia tanto da noiva quanto do noivo, que pode ou não participar das fotos dependendo da vontade de ambos. Além do vestido, a noiva deve estar com todos os acessórios, buquê, grinalda, salto e maquiagem e o noivo usa também a roupa do casamento. O casal que decidir fazer o ensaio precisa estar disposto a se soltar e ter muita empolgação. É importante também que o fotógrafo interaja com o casal desde o começo, para deixá-lo bem à vontade.

No Brasil, essa forma de ensaio não é tão radical, pois ainda há muita desconfiança e receio em estragar o vestido, mas este estilo de imagem já tem se tornado cada vez mais popular. Além das fotos tradicionais, o casal terá fotos originais e criativas em seu álbum de casamento.

Vamos conferir!


 

Gostaram? Lindas fotos, não?

Que elas sirvam de inspiração para você fazer o TRASH THE DRESS!

 

Fotos: website da Keith Cephus e google imagens.

Compartilhe este post:
Facebook Twitter Digg Delicious Tumblr Plusone Email
Dicas Especiais - Tags: ,