Tag Archives: mini wedding

PRONTA PARA CASAR: VESTIDO CURTO

Vestido curto é sempre uma excelente ideia para quem escolheu um mini wedding e também para quem vai casar só no civil, ou ao ar livre.

É opção ainda para noiva que quer usar dois vestidos no casamento, o tradicional longo durante a cerimônia e um curto na recepção.

Selecionamos hoje como inspiração alguns vestidos curtos, modernos e luxuosos, para a noiva arrasar no casamento.

Em um vestido longo prefiro modelos mais minimalistas, sem muita informação, mas para os vestidos de noiva curtos penso o contrário – deve-se abusar de bordados, rendas e detalhes como cintos, laços, flores…

Vamos conferir?

vestido-curto-para-casar-1 vestido-curto-para-casar-2 vestido-curto-para-casar-3 vestido-curto-para-casar-4 vestido-curto-para-casar-5 vestido-curto-para-casar-6 vestido-curto-para-casar-7 vestido-curto-para-casar-8 vestido-curto-para-casar-9 vestido-curto-para-casar-10 vestido-curto-para-casar-11 vestido-curto-para-casar-12 vestido-curto-para-casar-13 vestido-curto-para-casar-14 vestido-curto-para-casar-15 vestido-curto-para-casar-16 vestido-curto-para-casar-17

Fotos: reprodução

Moda - Tags: , ,

CASAMENTO EM ALTO-MAR

Casar num navio em alto-mar é uma coisa praticamente nova no Brasil, apesar de ser muito comum e de ter grande sucesso na Europa.

Este tipo de casamento é indicado para um casamento mais íntimo, um mini-wedding e uma das vantagens é não precisar se deslocar para a lua de mel. Casar em um cruzeiro é certeza ainda de que tudo estará incluído, do buffet à decoração e a noiva ainda pode dar seu toque pessoal com as lembrancinhas, kits, brincadeiras e programação especial, como jantares em terra ou festa na boate do navio.

Normalmente, os pais ou os noivos que pagam o cruzeiro para os familiares e amigos convidados, ou pode ser por adesão – o que é raro no Brasil. Só por curiosidade, os valores seriam equivalentes a uma grande festa de casamento tradicional, considerando as despesas desde o convite ao bem casado.

É importante ressaltar que apesar do casamento em alto-mar ter um glamour especial é uma cerimônia simbólica realizada pelo comandante, mesmo que o casal tenha escolhido roteiros dentro do país. A razão é que quando o navio se afasta 12 milhas (cerca de19 km) estará em águas internacionais. É preciso assinar todos os documentos oficiais, como o livro do cartório ainda em terra e quem preferir o casamento religioso deverá levar na viagem seu ministro religioso para realizar a cerimônia.

Finalmente, quem quiser se casar no mar deverá procurar um agente de viagens credenciado, preferencialmente, um ano antes do início da temporada, pois será este profissional que irá intermediar o cliente e a empresa de navegação. A companhia marítima irá oferecer toda a infraestrutura para o casamento, mas não impede a contratação de um cerimonialista.

E lembre-se, fazer um save the date será de extrema importância para que os convidados possam se programar para o casamento num cruzeiro como “férias”.

casamento-em-alto-mar-1

casamento-em-alto-mar-2

casamento-em-alto-mar-3

casamento-em-alto-mar-4 casamento-em-alto-mar-5 casamento-em-alto-mar-6

Fotos: reprodução

Dicas Especiais, Festas - Tags: , , ,

CASAMENTO X DOENÇA

Como lidar com as dificuldades da doença em um momento de festa e alegria? Já faz algum tempo que queria escrever um post sobre o assunto, pois já passei por esse pesadelo com a doença e depois a morte do sogro da minha primeira filha na época do seu casamento.

Um casamento realizado em um período em que os pais dos noivos ou algum parente próximo está muito doente deixa qualquer pessoa fragilizada. Ou ainda para quem acabou de perder um ente querido.

Se o casamento estiver marcado e os noivos receberem a triste notícia da doença de alguém que amam muito, o primeiro passo é não revoltar e nem se entregar a pensamentos negativos. Esperem o choque da notícia passar, para depois conversar e decidir o que fazer.

Todas as decisões deverão ser ponderadas conforme o estágio da doença que pode estar no início ou em fase terminal. Deve-se ter muita paciência, pois os ânimos das pessoas irão oscilar de acordo com a progressão da doença, e se tiver condições, o doente deve se pronunciar também sobre o casamento.

Algumas famílias irão optar por adiar o casamento. Outras darão apoio para que o casamento seja realizado na data marcada ou até mesmo adiantado.

Na maioria das vezes, o casamento não poderá ser organizado da maneira pretendida inicialmente. Será preciso fazer concessões: sejam elas financeiras ou até no estilo da festa.

Para muitas pessoas a visão de mundo já terá sido alterada nesta fase da vida e muitas coisas que antes pareciam tão importantes irão perder valor. Assim, pequenos detalhes de perfeição de uma festa, ou uma festa de “badalação” não vão importar mais. Uma boa sugestão para uma situação como esta é a realização de um mini-wedding ou ainda um “bolo com champagne” – algo pequeno e acolhedor para não deixar “em branco” o casamento, mas também sem comemorar no sentido de festa.

No mais, o importante é dar muito amor, carinho e apoio a quem estiver doente, pois na verdade, essas são as coisas mais valiosas da vida!

casamento-e-doença

Fotos: reprodução

Dicas Especiais - Tags: , , ,