Blog Archives

DICAS DE BUENOS AIRES: ONDE COMER

Olá!

Como prometido no último post, hoje vamos falar sobre onde comer bem em Buenos Aires, o que não é tarefa fácil, pois no geral a comida de lá é fantástica, os vinhos são maravilhosos, as sobremesas dos deuses… e o preço barato para os padrões brasileiros de bons restaurantes.

Vamos passar para você dicas de lugares que gostamos e recomendamos, outras dicas da minha filha Nath que também esteve lá recentemente e ainda algumas de amigos.

A capital argentina é cheia de bons lugares para comer – restaurantes, cafés, bares… e sua culinária, por influência dos italianos e espanhóis, caracteriza-se por muita carne, batata, vinhos e empanadas (uma espécie de pastel com massa fina e crocante). Entre as principais carnes, destacam-se o bife de chorizo (o nosso contra-filé), lomo (o nosso filé mignon), carne de cervo e de javali. Quase sempre elas vêm acompanhadas por batatas ou purês e saladas, além do tradicional pão.

O delicioso bife de chorizo

Outras comidas típicas são o el asado ou parrillada (carne grelhada), pizzas, raviólis e pastas, milanesa napolitana (carne à milanesa com queijo e tomate), provoleta (queijo provolone grelhado), choripán (sanduíche de chorizo).

As sobremesas também são uma atração de Buenos Aires. O dulce de leche é maravilhoso, assim como o flan com doce de leite e as panquecas com doce de leite.

Os alfajores são os doces típicos da Argentina sendo os clássicos e mais famosos os da Havana, mas existem também muitas outras marcas boas.

Os sorvetes de Buenos Aires estão entre os melhores do mundo e tomar o de dulce de leche da sorveteria Freddo é uma obrigação.

Sorvete de doce de leite da Freddo. Divino!

Nos cafés e bares não deixe de pedir um submarino (leite quente com barra de chocolate) com um tostado (torrada) e as media lunas (croissant argentino). São deliciosos!

 

CAFÉ TORTONI

O café fundado em 1858 é uma instituição de Buenos Aires e não fica muito longe da Casa Rosada e do Obelisco. Às vezes tem que esperar um pouquinho do lado de fora, mas nada que canse muito. Vale muito à pena! Lá também tem show de tango à noite e deve ser feita reserva. Olha como é lindo o salão principal! Avenida de Mayo 825 – Centro

Salão do Café Tortoni

Cau e o submarino do Café Tortoni

RESTAURANTE BROCCOLINO

Típico restaurante italiano, de decoração simples, bom atendimento e comida fantástica. O cardápio é variado com muitas opções de entradas, massas, carnes, peixes, frutos do mar e uma carta de vinho também generosa. E tudo com um preço ótimo! Nossas sugestões: Cannelloni di Ricota e Verdura (49 pesos), a tradicional Lasagne (58 pesos) e as diversas pastas com salsas a escolher (de 39 a 86 pesos). E a sobremesa – flan com doce de leite é uma delícia! Rua Esmeralda 776 – Centro, quase esquina com Av. Córdoba.

Saboreando as delícias do Broccolino

PLAZA DEL CARMEN

Simpático restaurante de massas e carnes com preço razoável. Possui diversas filiais em Buenos Aires. Almocei no da Av. Santa Fé 3402, próximo ao Shopping Alto Palermo.

PIZZARIA ROMÁRIO

Rede de pizzaria argentina com pizzas divinas. Para quem gosta das fininhas é só pedir uma “a la piedra”.

SOCIAL PARAÍSO

Um dos mais antigos bistrôs de Buenos Aires, recomendado para almoço. O espaço é pequeno, aconchegante, bom atendimento, cardápio simples com pratos extremamente bem executados. Rua Honduras 5182 – Palermo.


HARD ROCK CAFÉ

Como em todo lugar do mundo, o Hard Rock da Argentina é lindo e enorme. No menu, estão lanches, refeições, bebidas e sobremesas.  Fica no Shopping Buenos Aires Design, na Recoleta.

Nath e suas amigas entrando no Hard Rock Café

RESTAURANTE LA CABRERA

Essa é uma dica imperdível de restaurante! O La Cabrera sem dúvida oferece a melhor carne da cidade e o ambiente é uma graça, com paredes de pedra, mesas de madeira e decoração com objetos de cozinha, relógios e máquinas de escrever vintage, além de ter um estilo diferente de servir os pratos. Para comer algo bem ao estilo argentino peça churrasquito com panceta (assado muito macio com fatias finas de bacon por cima), que vem acompanhado por salada, três tipos de purês (o de abóbora é divino!) e mais outros saborosos petiscos como cebolinha e pimentão em conserva. De sobremesa, o crepe de doce de leite com sorvete de creme é de comer de joelhos!!! O preço? Baratíssimo! Pagamos 264 pesos para 3 pessoas, mas sem bebida alcoólica. É bom fazer reserva para garantir lugar para jantar e para amenizar a fila de espera a casa serve espumante e petiscos na calçada, como cortesia. São dois restaurantes com o mesmo nome e do mesmo dono, um a poucos metros do outro. Rua Cabrera 5099 e 5127- Bairro Palermo Viejo. +54 (11) 4831-7002, www.parrillalacabrera.com

O apaixonante La Cabrera

SIGA A LA VACA

Restaurante de rodízio de carnes, com churrasco, salada livre, sobremesa e mais um litro de água, refrigerante, chope ou vinho. Lembre-se que o melhor corte é o lomo. Puerto Madero.

BRASAS ARGENTINAS

Buffet livre com variedade de frios, carnes, massas e frutos do mar. 60 pesos por pessoa. Puerto Madero.

RESTAURANTE MARCELLO

Massas, carne da melhor qualidade. Puerto Madero.

Nath e sua turma no Marcelo. Adoraram!!!

CABAÑA LAS LILAS

Perfeito para quem ama a maravilhosa carne argentina! No almoço peça para sentar do lado de fora, com vista para o Rio da Prata, veleiros… Puerto Madero.

Outra super indicação da Nath – Cabaña Las Lilas

ASIA DE CUBA

Para quem quer comer uma boa comida japonesa e curtir uma balada depois. Restaurante Japonês e Boate. Puerto Madero.

Que turma de médicas animadas!

Vamos dar apenas essas de dicas, mas saibam que todos os lugares são nota 10!

Se você tiver outra boa recomendação envie pra nós, pois vai ajudar muita gente, além disso, eu também pretendo voltar lá em breve.

Até o próximo e último post sobre Buenos Aires com dicas sobre onde comprar.

Não percam!

 

Fotos: arquivo pessoal.

 


 

Dicas Especiais - Tags: , ,

LUA DE MEL COM TANGO E VINHOS – DICAS DE BUENOS AIRES

Se você ainda não conhece a capital da Argentina – a famosa e boêmia Buenos Aires, não perca tempo! É tão pertinho daqui que é quase um pecado não conhecer. Ao pisar lá percebi que já viajei para tantos lugares distantes sem ter idéia do lugar lindo que fica apenas duas horas e meia de vôo de São Paulo.

Viajar para Buenos Aires está mais barato que viajar para os principais destinos turísticos do Brasil, além disso, não precisa de passaporte (apenas a carteira de identidade em bom estado e com até 10 anos de validade), não precisa saber outro idioma (o oficial é o espanhol, mas com seu portunhol você consegue se comunicar tranquilamente) e o melhor é que você vai passear numa cidade que todo mundo que conhece quer voltar.

E para quem vai ter uma lua de mel curtinha, só tenho a recomendar passar uns dias em Buenos Aires. Cinco dias é tempo suficiente para se encantar com a cidade que por sua arte, cultura e arquitetura, é conhecida como um pedacinho da Europa aqui na América do Sul. Lá não faltam opções para os mais variados gostos: shows de tango, teatros, passeios de trem, passeios de barco, prédios históricos, bons restaurantes, bares e cafés no melhor estilo parisiense e compras.

É uma cidade que pode ser visitada em qualquer época do ano, mas os meses mais agradáveis são os da primavera e do outono – abril, maio, setembro e outubro, sendo também a temporada mais chuvosa. Estive lá em janeiro no auge do verão, mas o clima estava bem agradável com temperatura média de 25º C. Dizem que o inverno só é incômodo para quem não gosta de frio, pois as temperaturas não são excessivamente baixas – média de 11 º C nos meses de junho, julho e agosto. Com um pouco de imaginação, você pode até se sentir em Paris curtindo o friozinho do inverno portenho!

Durante a viagem anotei algumas dicas simples, de turista mesmo, dos lugares que adorei e recomendo. Roteiros mais completos você pode encontrar em sites especializados ou agências de viagens. Vou dividir tudo em três posts: onde passear, onde comer e por último o assunto preferido das mulheres, onde comprar!

Dicas
 de Buenos Aires: onde passear
ALGUNS PONTOS TURÍSTICOS NO “CORAÇÃO DA CIDADE”
Av. 9 de Julho e o Obelisco
Teatro Colón
Congresso Nacional
Casa Rosada
Catedral Metropolitana
Praça de Maio
BAIRRO RECOLETA
Um dos bairros mais conhecidos internacionalmente e imperdível, seja por seus cafés, bares, feira de artesanato ou até mesmo pela noite voltada ao público jovem.É um bairro chique e sofisticado e na Avenida Alvear concentram as lojas mais elegantes da cidade, como a Louis Vuitton. Próximo ao Cemitério da Recoleta está o belo Shopping Buenos Aires Design e dentro dele, o Hard Rock Café.
Monumento Floralis Genérica
Cemitério da Recoleta
Buenos Aires Design

FEIRA DE SAN TELMO
Feira de antiguidades e artesanato aos domingos na Praça Dorrego. Para uma pausa, a dica são os diversos bares e cafés onde você pode assistir ao show de algum músico, ou até mesmo de dançarinos de tango
Barraca de Antiguidades
Praça Dorrego

 

BAIRRO LA BOCA E A RUA CAMINITO
Bairro onde se respira tango. São ruas estreitas, com casas muito coloridas, cheias de restaurantes simples com shows ao vivo. O clima é bem descontraído, as mesas são nas ruas e vale a pena parar para lanchar ou almoçar e assistir os dançarinos. 

Rua Caminito e esquina tradicional da Rua Caminito 

Estátuas de Maradona, Evita e Gardel

LA BOMBONERA
Estádio do Boca Juniors que fica pertinho da Rua Caminito. Conta com tours para conhecer o museu e as arquibancadas (35 pesos por pessoa). Sinceramente, foi decepcionante, mas estando lá tem que conhecer!

 

BAIRRO PALERMO SOHO
Também conhecido como Palermo Viejo é uma das regiões fashion de Buenos Aires preferida por músicos, artistas e intelectuais.  A rua principal é a Av. Honduras que vale a pena conferir de dia ou de noite, porque está cheia de lojas de grifes, lojas de decoração e de modernos bares, cafés, pubs e restaurantes. Aos domingos, na Praça Serrano, acontece uma feira de artesanato.

Praça Serrano

BAIRRO PALERMO CHICO
É uma das áreas mais distintas da cidade de Buenos Aires, onde mora a população rica em elegantes residências, mansões e palácios de estilo francês. Encontram-se também na região as lagoas de Palermo, o Jardim Zoológico, Jardim Japonês, o Planetário, Hipódromo, Estádio de Pólo, o Jardim Botânico, entre outras atrações.
Residência em Palermo Chico
Planetário

JARDIM JAPONÊS
Situado no Bairro Palermo Chico conta com um grande lago central cercado de jardins com muitas espécies de plantas e flores, várias pontes, ancoradouro, cachoeira, peixes, e comidas típicas. Um espaço zem que vale a pena conhecer e tirar lindas fotos (16 pesos por pessoa). 

 

PUERTO  MADERO
É um conjunto arquitetônico de galpões que no passado serviram para armazenagem de produtos e alimentos que chegavam pelo mar. Hoje é um bairro moderno que abriga alguns dos maiores arranha céus argentinos, além de diversos monumentos, como a Puente de la Mujer, sendo também o maior pólo de diversão portenha. 

Ponte da Mulher

SEÑOR TANGO 
Existem várias casas de tango em Buenos Aires, mas uma noite no Señor Tango é imperdível!  Inclui jantar completo (entrada, três opções de prato principal e sobremesa), brinde com espumante, vinho e o show que fecha a noite. Deve ser agendado através de uma agência de turismo que oferece transporte para o local, pois a casa fica distante do centro da cidade e está sempre cheia (400 pesos por pessoa).
Salão principal

DELTA DO RIO TIGRE
O passeio pelo Delta do Tigre é lindo, e além da natureza você vai apreciar o encontro de três rios, o Tigre, o Sarmiento e o Luián, o Parque de la Costa (parque de diversões),  lindas casas de veraneio de pessoas mais abastadas de Buenos Aires e o famoso Cassino Trilenium que vale a pena visitar e jogar numa das 1.500 máquinas. Não precisa contratar um tour para ir ao Delta. Você pode ir de trem que sai da Estação do Retiro (forma mais fácil e menos custosa) e a viagem dura mais ou menos 50 minutos, pode ir de taxi que leva 30 minutos (combinar o preço antes) ou se quiser pode ir de ônibus que demora uma hora e meia para chegar ao destino. Chegando à Estação Fluvial Domingo F. Sarmiento existem várias opções de embarcações que variam o preço de acordo com o luxo, conforto e a quantidade de pessoas que compartilham o passeio (embarcações coletivas, pequenas embarcações para passeios particulares e os catamarãs de luxo para quem não abre mão do conforto!). 
Embarcações que realizam os passeios 
Casa à beira do rio
Parque de diversões
Cassino

Finalmente uma última dica: você tem três opções para passear em Buenos Aires.
Fazer um roteiro de acordo com seu interesse e pegar um táxi ou um “remis”, e se tiver sorte, um simpático “cabineiro”. Táxi lá não é caro e “remis” é uma espécie de táxi/carro particular que tem o valor da corrida acertado antes (não tem taxímetro). A preocupação é saber se o taxista vai fazer o melhor caminho e se você não vai receber nota falsa!
Fazer um city tour no BUS TURÍSTICO, um ônibus conversível de dois andares que a cada 30 minutos sai da Rua Florida esquina com Diagonal Norte. Você pode comprar um passe de 24 horas (70 pesos por pessoa) ou de 48 horas (90 pesos por pessoa), sendo estes valores sempre reajustados. Em cada poltrona tem um fone de ouvido (tem gravação em português) que vai contando a história e curiosidades de cada ponto turístico por onde passa o ônibus. Você pode descer na parada que quiser, passear e depois pegar o próximo ônibus que passa a cada meia hora. O BUS TURÍSTICO não é muito recomendado em períodos de feriados quando aumenta a demanda de turistas na cidade porque você pode enfrentar vários problemas: fila para comprar a passagem, falta de passe para o mesmo dia e demora para pegar o ônibus em determinadas paradas, pois já passam lotados.
E por último, você tem a opção de fazer o city tour com agência de turismo que organiza passeios em grupo, de ônibus ou vans e com uma guia de turismo. Preferi este tipo de passeio e fiquei muito satisfeita com a organização, pontualidade e a aula de história sobre Buenos Aires. Contratei este e outros serviços (Tour de Compras e Señor Tango) da CALTOUR RECEPTIVE SERVICE, Rua Esmeralda 715, 9º piso, C1007ABG, fone (54 11) 5238-0383, info@caltour.com.ar
E que tal passar a lua de mel ou simplesmente passear em Buenos Aires?
Espero que as dicas ajudem você, e não deixe de conferir o próximo post com sugestões sobre onde comer em Buenos Aires. Até lá!
Fotos: arquivo pessoal










 


 


 








 

Dicas Especiais - Tags: , , ,

O EFEITO DAS CORES NA DECORAÇÃO DO CASAMENTO

As cores são a base de tudo no casamento. A partir delas, cada detalhe da festa vai sendo desenvolvido, as flores, toalhas, convite, lembrancinhas, o bolo, enfim são importantes para que no final exista uma harmonia na decoração. 

Para acertar na escolha, além do gosto dos noivos vale a pena conhecer o significado das cores para inserir um pouco de energia e atrair bons fluidos no grande dia. Sabia que as cores podem influenciar o humor e a animação dos convidados?

Segundo o Feng Shui, uma antiga arte chinesa de harmonizar ambientes, cada cor é relacionada a um dos cinco elementos: água, madeira, fogo, terra e metal e proporciona sentimentos e emoções diferentes. Além disso, as cores podem ter tanto significados positivos quanto negativos, dependendo de sua intensidade, local e forma de aplicação no ambiente.

Confira as dicas sobre as cores e a melhor forma de usá-las na decoração do casamento.

LILÁS
É a cor da espiritualidade e da meditação. Traz tranqüilidade, sossego, calma, porém em excesso pode gerar ansiedade nos convidados durante a festa.
ROSA
Simboliza sentimentos de leveza e de luminosidade, além de estar indubitavelmente ligada ao amor. Perfeita para criar um ambiente romântico e intimista.
AMARELO
Relacionado ao elemento terra, à luz do sol e ao brilho do ouro. Seu uso proporciona uma festa repleta de boa disposição e muita alegria, pois estimula a comunicação e a interatividade.
LARANJA
Situado entre os elementos fogo e terra, tem a mesmas características do amarelo, estimulando a criatividade e a comunicação, porém deve ser usado em pequenas doses.
VERMELHO
Relacionado ao elemento fogo, à vida, à força e ao sucesso. Estimula a interação e a relação das pessoas.
AZUL
Transmite calma e segurança, e pode ser uma boa opção para se decorar um ambiente da festa de casamento, mas de preferência separado da pista de dança.
VERDE
Representa as energias da natureza e o crescimento, e é uma cor de sucesso na decoração de casamento.
BRANCO
É uma cor neutra que pode ser usada com liberdade, ligada ao elemento metal e à paz. Mas cuidado, o branco em excesso pode representar frieza e vazio.
PRETO
Representa o elemento água e deve ser usado com muito cuidado. Aconselha-se utilizar de forma suave em detalhes da decoração, em especial combinado com o branco.
Criar a combinação das cores é outro passo importante para conseguir um resultado harmonioso na decoração do casamento. E como cada pessoa tem suas cores preferidas, o bom senso torna-se indispensável!
Mas as sugestões para composição das mais diversas paletas de cores ficam para outro post. Até lá!


Fotos: sites luxo de festa, domus XX, verde que te quero verde; arquivo pessoal, virgínio santos, márcia yellow.
Decoração - Tags: , , ,