Blog Archives

MARCANDO A DATA DO CASAMENTO

Marcar a data do casamento parece uma decisão simples, mas não é! Os detalhes de cada mês do ano devem ser considerados antes de você decidir e começar os preparativos do grande dia da sua vida.
Vamos conferir algumas dicas:

JANEIRO é considerado período de férias e um bom mês para os noivos que tem muitos convidados de fora da cidade onde vai acontecer a festa de casamento. Mas é bom lembrar as altas temperaturas e as chuvas de verão freqüentes no período. São detalhes que devem ser levados em conta na escolha do local da festa, tipo de flores da decoração, cardápio etc. É bom tomar cuidado ainda porque muitos fornecedores entram em recesso coletivo, por isto é importante planejar com antecedência.


É comum o carnaval acontecer no mês de FEVEREIRO e não é aconselhável marcar o casamento muito perto porque muita gente viaja nessa época, e você corre o risco de muitos convidados não comparecerem.


Os meses de MARÇO e ABRIL já estão muito concorridos para casamento especialmente pelas noivas que não conseguem data no mês de Maria e procuram uma opção mais próxima. Ainda é um período de grande instabilidade do clima e é importante pensar num “plano B” para a sua festa de casamento.


Tradicionalmente o mês de MAIO é conhecido como o mês das noivas, talvez por influência da igreja católicapor ser o mês da consagração de Maria e ainda por causa da comemoração do Dia das Mães.

 

Tornou-se um costume entre os casais marcar a data do casamento nessa época do ano, acreditando-se que o período traz sorte e felicidade. Por conta da popularidade, a época também é conhecida pelo aumento dos preços das lojas especializadas e dos profissionais prestadores de serviços.

 


JUNHO e JULHO são meses de baixas temperaturas e o conforto dos noivos e convidados devem ser considerados, em especial com decoração dos ambientes bem aconchegantes. Ressalta-se que por causa do Dia dos Namorados no mês de junho as flores sobem de preço.


O mês de AGOSTO é o menos cogitado pelos noivos, principalmente por causa da crendice popular que diz que o mês é carregado de energias negativas e não traz boa sorte para o casamento. Mas se você não é supersticiosa acaba sendo uma ótima opção para casar podendo contar com mais atenção dos fornecedores.


Atualmente o mês de SETEMBRO vem superando o mês de maio em quantidade de casamentos realizados – uma realidade comprovada por dados do IBGE. Provavelmente, por causa da chegada da primavera e do romantismo da estação das flores e do clima agradável, com possibilidades escassas de chuva.


OUTUBRO e NOVEMBRO são os meses do auge da primavera, mas o problema são os feriados e recessos do período. É ideal para quem tem muitos convidados de outras cidades.


O mês de DEZEMBRO não é muito aconselhável para casamento porque as pessoas estão planejando o Natal, reveillon, as férias além das inúmeras festas de confraternização que acontecem no período. Mas ainda parece ser o um mês muito procurado por alguns casais, pois neste período os trabalhadores recebem os abonos extras de final de ano que vão ajudar nas despesas do casamento.

Bem, depois de avaliar os prós e contras de cada período do ano é só marcar a data do casamento.
Espero ter ajudado!

Fotos: google imagens
Planejamento - Tags: , ,

PLANEJAMENTO DO GRANDE DIA – CHECK LIST

Você que já decidiu casar ou já está no meio dos preparativos, não deixe de organizar uma lista com todos os detalhes do grande dia. Faça uma lista digital no computador para ir atualizando periodicamente e monte uma pasta para organizar toda a papelada referente à organização do casamento: orçamentos, contratos, recibos…

O casamento exige muitos preparativos e a melhor maneira de cuidar dos detalhes é fazendo um planejamento. Mas quando começar a organizar um casamento?

Não existe tempo ideal. Cerimônias decididas rapidamente apesar da necessidade de adaptações acabam dando certo. Mas se o casal decide casar com pelo menos um ano de antecedência, poderá planejar tudo com calma e ainda ter tempo suficiente para negociar valores e evitar gastos desnecessários.

A definição da data do casamento é o primeiro passo importante no planejamento e os períodos do ano devem ser considerados, pois alguns meses têm como tradição o aumento dos preços das lojas especializadas e dos profissionais prestadores de serviços.

Outro ponto prioritário é definir o estilo e as características do seu casamento: cerimônia diurna ou noturna, com festa, religiosa, só no civil, simples, sofisticada, quantos convidados, dentre outras. É fundamental montar a cerimônia e a festa de modo que expressem o estilo do casal. Para ser um evento marcante tem que ser “a cara” dos noivos.

Se decidir casar na igreja, reserve-a o mais cedo possível. Há algumas que pedem mais de um ano de antecedência. Aqui na minha cidade, a maioria das igrejas abre a agenda para casamento no dia 1º de agosto de cada ano. É importante pesquisar junto à secretaria da igreja que você escolheu para poder marcar a data e horário desejado.

É importante definir ainda o local da festa pelo menos um ano antes. Os melhores espaços são sempre muito procurados para a realização de diversos tipos de evento e a agenda é sempre disputada.

Se você preferir uma festa tradicional, os salões fechados são os mais indicados. Mas se pensa em uma comemoração diferente uma opção são os espaços abertos que permitem criar decorações inusitadas. Mas lembre-se, tenha sempre um plano B no caso de uma chuva inesperada.

E o vestido de noiva não pode ficar para a última hora! No mínimo 10 meses antes você já deve marcar uma primeira conversa com um(a) estilista ou visitar as lojas especializadas.

E para ajudar, apresento um passo a passo com os principais detalhes para organizar a sua festa. Claro que algumas adaptações deverão ser feitas de acordo com as suas opções e com a cidade em que você mora.

CHECK LIST

12 MESES ANTES DO CASAMENTO

  • Escolha a data.
  • Decida o estilo do casamento.
  • Defina o local e tamanho do evento.
  •  Reserve a igreja e o salão de festa.
  • Comece a lista de convidados.
  • O enxoval deve começar a ser feito.
  • Se for contratar um Organizador de Casamento, marque a primeira reunião.

11 MESES ANTES DO CASAMENTO

  • Comece a planejar a lua de mel. Visite agências de viagens e faça pesquisas.
  • Defina todos os serviços que vai contratar, faça uma lista dos principais fornecedores, comece a fazer orçamentos e reservar a data com os profissionais: estilista, cabeleireiro, maquiador, músicos, DJ, coral, fotógrafo, cinegrafista, decorador, buffet, doceira, florista.

10 MESES ANTES DO CASAMENTO

  • Defina o seu vestido.
  • Faça um check-up de saúde e todos os exames pré-nupciais.

8 MESES ANTES DO CASAMENTO

  • Finalize as pesquisas e feche contrato com todos os fornecedores dos serviços que você escolheu.
  • Termine a lista de convidados.

6 MESES ANTES DO CASAMENTO

  • Convide padrinhos, pajens e damas de honra.
  • Escolha o tipo de convite.
  • Defina o cardápio e as bebidas da festa.

5 MESES ANTES DO CASAMENTO

  • Encomende toda a papelaria: convites, cartões de agradecimento.
  • Contrate um calígrafo para subscrever os envelopes.
  • Encomende a grinalda e o buquê (noiva e damas).

4 MESES ANTES DO CASAMENTO

  • Encomende as lembrancinhas.
  • Defina como será o bolo de casamento e os doces.
  • Compre os acessórios para o seu vestido: sapato, meia-calça etc. É importante fazer as provas com eles.

3 MESES ANTES DO CASAMENTO

  • Envie os convites para o calígrafo.
  • Marque a data do casamento civil.
  • Reserve hotel para os convidados que não moram na cidade.

2 MESES ANTES DO CASAMENTO

  • Envie os convites para os convidados de outras cidades.
  • Faça as listas de presentes: casamento, chá de panela, chá de lingerie, etc.
  • Faça a prova da comida que será servida na festa.

1 MÊS ANTES DO CASAMENTO

  • Entregue os convites restantes.
  • Curta seu chá de panela ou chá bar, ou de lingerie….
  • Escolha as músicas da festa.
  • Faça um tratamento completo de pele e cabelo.

1 SEMANA ANTES DO CASAMENTO

  • Faça a última prova do vestido.
  • Faça testes de cabelo e de maquiagem.
  • Arrume a mala da lua de mel.

2 DIAS ANTES DO CASAMENTO

  • Faça depilação.
  • Trate das mãos e dos pés.
  • Faça massagem para relaxar.

NO DIA DO CASAMENTO

  • Faça uma alimentação leve, mas não pule nenhuma refeição.
  • Aproveite cada momento. Esse dia é só seu.

Foto: google imagens
Planejamento - Tags: , , ,

ALIANÇA E ANEL DE NOIVADO

Um detalhe importante que marca o noivado é a aliança que é colocada no dedo anelar direito a espera do dia em que esta passará para a mão esquerda…. As alianças terão gravado o nome dos noivos (cada um usará a aliança com o nome do parceiro) e, próximo ao casamento, deverão acrescer a data do casamento nelas. Ela é o símbolo do casamento e seu formato circular, sem início e sem fim, representa que a união entre casais é eterna.
Tradicionalmente é responsabilidade do noivo comprar a aliança como uma surpresa para noiva, mas hoje em dia já é comum as noivas irem junto para escolher o anel.

O tipo de aliança deve combinar com os noivos (modernos, clássicos, românticos), o estilo de vida, tipo de trabalho, possíveis alergias, enfim tudo deve ser considerado. O importante é que o anel represente todo o amor de vocês.

A aliança pode ser em ouro branco ou amarelo, e pode também ser ornado com alguma pedra preciosa, sendo a mais comum o brilhante. Os preços geralmente variam de acordo com o peso do ouro, tamanho dos brilhantes ou outra pedra preciosa que quiser usar. Quando são mandadas fazer com exclusividade são sempre mais caras que as das coleções expostas nas lojas.

Existe uma infinidade de modelos de alianças, mas particularmente acho mais bonita aquela que realmente parece ser aliança e que são iguais para os dois. A da noiva pode até ter um brilhante, mas o modelo do anel deve ser o mesmo.

Existe ainda a tradição do noivo presentear a noiva com um anel de noivado, geralmente de diamante, após a troca das alianças.  É um costume nos Estados Unidos que causa algumas dúvidas nas pessoas –  para pedir em noivado usa-se um anel, uma aliança ou os dois? E a resposta é simples, vocês escolhem. Tudo depende das condições financeiras e do gosto dos noivos é claro!
 
O mais comum no Brasil é oficializar o noivado apenas com as alianças. O anel de noivado é um presente extra que o noivo pode ou não oferecer à sua amada.

Caso você seja pedida em casamento com anel de noiva do ealiança, o anel vai para a mão esquerda e a aliança na mão direita. No dia do casamento, anel e aliança trocam de lugar.

Agora, se o pedido for apenas com o anel de noivado, como acontece nos Estados Unidos, este deve ser colocado na sua mão direita e por ocasião do casamento seu noivo vai colocar a aliança na sua mão esquerda e você
seguirá usando seu anel normalmente.


Curiosidades: a aliança surgiu entre os gregos e os romanos, vindo de um costume hindu de usar anel para simbolizar o casamento. Os romanos acreditavam que no quarto dedo da mão esquerda passava uma veia denominada d’amore que estava diretamente ligada ao coração. E sabe por que os anéis de noivado normalmente devem ter um diamante? Porque são chamados de “as pedras de Vênus”, a deusa do amor.
Uma coisa é certa, mudam os materiais e o design das alianças, mas a simbologia do elo é eterna!
Para inspirar você trouxe alguns modelos de alianças. Confiram!

Fotos: arquivo pessoal e Googleimagens.
Acessórios - Tags: , , , ,