CORTAR A GRAVATA DO NOIVO

Cortar a gravata do noivo é uma brincadeira tradicional nas festas de casamento, porém é um assunto muito polêmico.

Geralmente, os padrinhos ou melhores amigos do noivo pegam uma gravata (que não precisa ser necessariamente a usada na cerimônia) e vendem os pedaços com o intuito de arrecadar dinheiro para a lua de mel do casal.

Muitos acham deselegante pedir dinheiro aos convidados que podem sentir desconfortáveis e constrangidos. Pode ficar estranho também se na cidade, ou em casamentos da família isto não é um costume. E se os noivos decidirem não fazer devem antes conversar com os amigos e deixar claro para a sua assessoria que delicadamente pode impedir a brincadeira.

Na verdade, acho que se bem feita, a brincadeira existe não para arrecadar grandes quantias de dinheiro, mas para gerar momentos de descontração à comemoração. O importante é não forçar ou constranger os convidados para que a contribuição seja por livre e espontânea vontade!

E para inovar e tornar a hora de “passar a gravata” mais divertida e personalizada, hoje em dia vários recursos vem sendo utilizados.

Por exemplo, como lembrança simbólica de agradecimento, uma gravata gigante pode ser cortada, ou oferecida gravatas em miniatura, que podem ser uma réplica da original usada pelo noivo na cerimônia. Também adesivos com frases animadas para grudar na camisa dos convidados poderá render boas risadas.

Basta abusar da imaginação para modificar a brincadeira de forma criativa!

 Fotos: arquivo pessoal e reprodução.

Compartilhe este post:
Facebook Twitter Digg Delicious Tumblr Plusone Email
Dicas Especiais - Tags: , ,