LISTA DE CONVIDADOS

Vamos falar de um assunto que quem já casou não sente saudades – elaborar a lista de convidados. De todas a tarefas pré-casamento certamente é a mais ingrata, pois implica decisões difícieis e muitas discussões na família. A noiva é você, mas o casamento é uma realização dos familiares de ambos os lados que sonham em compartilhar este momento especial com parentes, amigos, colegas de trabalho…e aí começam os problemas.

Mas lembre-se, a lista de convidados é o primeiro ítem para um planejamento bem sucedido e um dos fatores mais importantes no orçamento de um casamento. Então decidiu casar, mãos à obra, pois geralmente esta etapa demora meses para ficar pronta.

O ideal é começar fazendo uma reunião entre os noivos e seus pais para definir qual será o tipo de comemoração: pequena (íntima), média (familiares e amigos) ou grande (familiares, amigos e envolvimento profissional). Saibam que a maior despesa de um casamento é com a recepção, logo quantos mais convidados, maior o custo.

Decidido o tipo de comemoração e considerando o orçamento disponível é hora de calcular o número de convidados e entrar em acordo com os pais com relação a quantidade que cada um terá na lista.Geralmente a lista é dividida em três partes, sendo 50% para os noivos, 25% para os pais da noiva e 25% para os pais do noivo. Acho bastante justo, mas lembre-se do que já falamos aqui, quem paga a conta tem direito de dar palpite! Creio que a festa é do casal e que eles precisam estar à vontade quanto às pessoas que vão estar presentes, por isto os impasses deverão ser resolvidos com bom senso e uma boa conversa.

O próximo passo é começar a tomar decisões acerca de quem são as pessoas que têm um significado especial, quem é importante e quem não é tão importante para estar presente no dia do casamento. Não tenha sentimento de culpa, pois é inevitável ter que selecionar quem convidar e quem cortar da lista.

É bom começar listando os amigos mais próximos, aqueles que vêem com mais freqüência e que fazem parte do círculo social de vocês. Um bom critério é a afetividade, selecionem as pessoas que vocês realmente gostam e cujo sentimento seja recíproco e evitem convidar por “obrigação”.

O casamento é uma comemoração familiar, mas não quer dizer que todos os tios, primos e parentes mais distantes têm obrigação de ser convidados. Utilize a mesma regra de seleção de amigos e comece a listar os familiares mais próximos, os mais chegados. Mas família é sempre família, e com certeza você vai receber críticas de alguém que não foi convidado. Meu conselho: se tiver oportunidade explique que está fazendo uma festa mais íntima por isto nem todos serão convidados, aceite passivamente os comentários e siga com a consciência tranqüila da opção feita para o seu casamento.

Convidar os colegas de trabalho também não deve ser considerado obrigatório, por isto aconselho não colocar o convite de casamento no mural da empresa, a não ser que você tenha mesmo a intenção de convidar todo mundo. Priorize aqueles mais chegados que você mantém uma relação de intimidade entregando-lhes um convite individual. decidir não chamar ninguém do trabalho evite ficar comentando sobre o  casamento e procure justificar que será uma recepção muito íntima. Todas  são válidas também em relação ao chefe que deve ser convidado só se houver alguma intimidade também fora do trabalho.

Organize a sua lista numa tabela no computador, de preferência no Excel que facilita acontagem. Os dados que considero mais importantes relacionar nas colunas são:

Nome completo do convidado: (nesta hora você descobre que não sabe o nome de muita gente!!!!). Esta coluna vai indicar o número de convites a serem impressos.
Tratamento: Sr. e Sra., Sr. e Família, Sr. …. Depois de checados deverão fazer parte da lista a ser enviada para o calígrafo.
Número de convidados: esta coluna indicará a quantidade de pessoas em relação ao convidado e o número de convites individuais a serem enviados, se for o caso. No total indicará a quantidade de pessoas que você está convidando.
Número de pessoas confirmadas: baseado no RSVP ou nos seus contatos. Indicará uma estimativa das presenças.
Endereço: (outra dor de cabeça! Prepare-se para dar muitos telefonemas). Relacione de maneira completa, pois será essencial na entrega dos convites e depois no envio dos agradecimentos.

O RSVP (sigla para Répondez S’il Vous Plaît, expressão francesa que significa “responda por favor”) é uma ferramenta útil para confirmação de presenças, mas infelizmente ainda não é uma tradição no Brasil. Não se deve esperar que os próprios convidados liguem para  confirmar (RSVP passivo), por isto o ideal é o serviço ativo, ou seja, uma empresa contratada fazer as ligações para os convidados e ter um parecer de suas presenças. É mais caro, mas você terá uma estimativa do número de convidados, o que ajudará finalizar muitos detalhes do casamento.

Bem, acho que já deu para perceber a importância da lista de convidados e aqui dou um último conselho: não faça promoção do próprio casamento nas redes sociais, a menos que todos os amigos e toda a família tenham sido convidados! Ou então, prepare-se para escutar!

Tenha consciência que não é possível agradar a todos e que certamente você vai ganhar o título de arrogante ou antipática. Mas fique tranqüila, tudo passa e as pessoas esquecem rapidinho. O importante é você ser coerente com as opções feitas para o seu casamento.

E prepare-se para escrever, riscar, reduzir, aumentar a sua lista e ter muita oscilação emocional.
Fotos: divulgação.
Compartilhe este post:
Facebook Twitter Digg Delicious Tumblr Plusone Email
Planejamento - Tags: , ,